Concept Coupé da Renault inspira-se em arquiteto
23 de outubro de 2015
Trailblazer 2016 chega sem mudanças ao preço de R$ 160.890
23 de outubro de 2015

Aston Martin desvenda o Rapid elétrico com 1000 cv

O RapidE é um estudo 100% elétrico da berlina de quatro portas desenvolvido em conjunto com a Williams cuja produção deverá ser financiada por investidores chineses.

A Aston Martin apresentou o RapidE concept. Feito com base no Rapide S, este estudo 100% elétrico foi desenvolvido pela Williams Advanced Engineering. Sem confirmar os detalhes técnicos desta derivação da berlina de quatro portas, a marca britânica avança, no entanto, que assinou um acordo com o grupo ChinaEquity, no valor de 68 milhões de euros, para financiar a produção do projeto.

Caso o projeto do primeiro Aston Martin elétrico receba “luz verde”, a sua produção está agendada para daqui a dois anos, em Gaydon, no Reino Unido. A marca prevê construir cerca de 400 unidades por ano, estimando que 100 unidades se destinem só ao mercado chinês. O modelo deverá estar à venda no final de 2017, segundo disse o CEO da marca Andy Palmer à Automotive News Europe. Palmer disse que o objetivo é produzir um modelo de alto desempenho com um débito de potência entre 800 e 1000 cv. O britânico diz que o modelo terá uma autonomia superior a 320 km. O sistema propulsor do novo modelo, que deverá ter uma configuração de tração integral, está neste momento a ser desenvolvido pela Williams Advanced Engineering, em Oxfordshire. Esta empresa é responsável, entre outros projetos, pelo desenvolvimento das baterias para os carros da Formula E.

Palmer disse ainda que o SUV DBX, previsto para 2019, e que a berlina de luxo Lagonda deverão também ter direito a versões elétricas. A ChinaEquity, sediada em Xangai, é neste momento acionista dos italianos da InvestIndustrial, um dos investidores atuais da Aston Martin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *