ESP é confirmado no Corolla 2018, mas liderança não
7 de março de 2017
Genebra 2017: Lamborghini Aventador S
9 de março de 2017

Genebra 2017: McLaren 720S

Se existe uma montadora que tem espantado as revistas/canais especializados na Europa, acredite, é a McLaren. Nada de Aventador SV, 911 Turbo, e nem mesmo 488 GTB – dizem que o supra-sumo da tecnologia se passa nos modelos da nova linhagem da marca inglesa, os “Sport Series”. (retomaremos depois)

Apresentado em Genebra, a mais nova criação dos engenheiros de Woking é o novíssimo 720S, que trouxe com ele uma série de inovações. Primeiramente, a McLaren abandonou o seu antigo V8 bi-turbo de 3,8 litros, usado desde o 12C até o P1. O coração agora foi ampliado para 4 litros, e recebeu 41% de componentes novos – entre eles um par de turbocompressores.

720s1

720s2

As novidades em relação aos antigos 570S, 650S e 675LT não param por aí – novos materiais de fibra de carbono, novas tomadas de ar para os radiadores e uma nova suspensão com mecanismos hidráulicos (que eliminaram as barras estabilizadoras) fizeram com que seu peso seco chegasse a espantosos 1.283 kg. Em comparação, a novíssima Huracán Performante, modelo semi-pista da marca italiana, pesa 1.382 kg – 99 a mais que a Mecca.

720s3

Os números frios ficaram assim:

  • 720 cv @ 7,500 rpm
  • 77 kgf.m @ 5,500 rpm
  • Câmbio automatizado de 7 marchas (SSP)
  • 0-100 em 2.9s
  • 0-200 em 7.8s
  • 0-300 em 21.4s
  • 1/4 de milha em 10,3s
  • Velocidade máxima de 341km/h

Saindo do papel e indo pro asfalto

Retomando – Muitas das revistas que testaram os modelos Sport Series na prática (como a Top Gear) obtiveram resultados absolutamente surpreendentes e polêmicos:

  • O  Modelo de entrada, 570S, conseguiu superar 911 Turbo S (991) e Nissan GTR 2017 no 1/4 de milha.
  • O 650S, intermediário da família, superou com certa folga a 488 GTB no 0-200 km/h.
  • 675LT, o modelo semi-pista da Sport Series, conseguiu ser mais rápido que o Aventador SV no 1/4 de milha.
  • Já se sabe que – o novo 720S é 1 segundo mais rápido no 0-200 km/h que a tão comentada Huracán Performante.

Sabemos que números em linha reta não significam muita coisa, porém, são na maioria das vezes o ego de uma montadora, uma reputação, uma arma de marketing, algo que pode definir tanto o sucesso quanto o fracasso em vendas. Portanto, a McLaren e sua engenharia parecem estar um degrau acima da maioria. E parece que não irão parar por aqui.

Qual será o limite dessa geração?

O “Baby McLaren” como é chamado o 570S, vem incomodando muita gente pela Europa. O que seu irmão mais velho, com 150 cv a mais, poderá fazer?

 

 

Newton Reis
Newton Reis
3/8 Jornalista, 19 anos, de Goiânia-GO. Apegado em câmbio manual e carros com alma. Unindo a nova geração da informação com as velhas paixões automotivas do homem. @reis.newton

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *