Nissan lança versão híbrida do utilitário esportivo X-Trail
10 de abril de 2015
Novo Jetta chega às concessionárias
15 de abril de 2015

Grupo Daimler desenvolve veículos híbridos e de direção autônoma para o futuro

A Daimler AG tem avaliado o impacto de seus veículos no meio ambiente durante toda a vida útil. No ano passado, mesmo diante de um aumento de 5% de sua produção, a Companhia conseguiu reduzir em 2,5% as emissões de CO2. Isso foi possível graças à adoção de medidas de economia de energia, além de a transição para combustíveis com menor teor de CO2.  Esse resultado foi destacado no Relatório Anual de Sustentabilidade do Grupo juntamente com a informação sobre a redução de mais de 27% das emissões da frota europeia de automóveis desde 2007.

Os automóveis S 500 PLUG-IN HYBRID e o C 350, apresentados ao mercado recentemente, são exemplos de modelos com baixas emissões. Com baixos índices de CO2 (65 g/km e 48 g/km, respectivamente), deixam uma mensagem clara para o futuro. Esses automóveis fazem parte da vanguarda de uma produção em larga escala da marca Mercedes-Benz, que atingirá o total de dez veículos Plug-In Hybrids até 2017.

Além de a tecnologia híbrida, a Daimler AG também está destacando a condução autônoma para a mobilidade do futuro. Com a inédita viagem do S 500 INTELLIGENT DRIVE entre as cidades alemãs de Mannheim e Pforzheim em 2013, por cerca de 90 quilômetros, a Mercedes-Benz foi a primeira marca de automóveis no mundo a provar que a direção urbana e interurbana autônoma já é possível. Esse marco destacou o avanço no desenvolvimento dessa tecnologia que um ano depois estava presente no caminhão do futuro “Future Truck 2025”, como também no atual veículo de pesquisa, o F 015 Luxury in Motion (luxo em movimento). Este apresenta um conceito revolucionário em seu interior para mostrar como o espaço e o tempo poderão ser usados futuramente com vantagens e segurança pelo condutor.

No outono, pela primeira vez, a Daimler promoverá uma conferência com especialistas sobre “Direção autônoma, Legislação e Ética”. O objetivo é continuar o diálogo com representantes das áreas de economia, ciência, política e ONGs. O discurso principal será feito pelo Dr. Julian Nida-Rümelin, professor de filosofia da LMU de Munique, e o ministro de Estado da Cultura, que está trabalhando em questões relativas à ética da robótica e das máquinas.

As questões jurídicas e éticas relativas a essa tecnologia também serão avaliadas durante o Diálogo de Sustentabilidade de 2015. Esse evento, que acontecerá em Stuttgart, na Alemanha, entre os dias 11 e 12 de novembro, reunirá cerca de 100 participantes externos e especialistas da Daimler para discutir os assuntos mais recentes sobre sustentabilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *