Leilões reúnem mais de 200 veículos e lances também podem ser realizados pela internet
23 de setembro de 2015
Nissan revela nos Estados Unidos o Novo Altima 2016
23 de setembro de 2015

Kawasaki é campeã do Mundial de Superbike

Vitória dupla e muito comemorada no final de semana para a Kawasaki, que conquistou dois títulos no Campeonato Mundial de Superbike, com duas rodadas de antecedência: Jonathan Rea confirmou o favoritismo e a superioridade a bordo da Kawasaki Ninja ZX-10R e colocou a mão na taça após a 11ª etapa, disputada no circuito de Jerez na Espanha; A Kawasaki também garantiu o título do Mundial de construtores, com mais de 100 pontos de vantagem para a segunda colocada, mesmo antes do fim do campeonato.

A temporada 2015 começou com Jonathan Rea ditando o ritmo do Mundial de Superbike. O britânico venceu 12 das 20 corridas disputadas e esteve no pódio em todas as etapas, com exceção desta, em Jerez, quando conquistou o título após dois quarto lugares nas provas. Ele encerrou a rodada 125 pontos a frente do segundo colocado na classificação final.

Jonathan Rea foi o terceiro piloto Kawasaki a levantar o troféu de campeão no Mundial de Superbike. O primeiro foi o americano Scott Russell em 1993 e o segundo Tom Sykes, em 2013, que neste ano briga pelo vice-campeonato.

Para Rea a conquista do título veio para coroar o trabalho duro de uma equipe que não mediu esforços para chegar lá.

“ É uma sensação indescritível vencer o mundial, depois de uma temporada de muito trabalho ao lado da minha equipe. Treinamos forte e, a cada etapa, fizemos nosso melhor para estar no topo. Mesmo quando as chances de as coisas darem errado eram grandes, nós nos superamos e, juntos, chegamos a esta conquista. É também incrível poder dividir o box com um dos melhores pilotos de Superbike do mundo,  Tom Sykes, que também me ajudou muito pra conseguir esta grande vitória.”, revelou o campeão da temporada 2015.

O britânico de 28 anos ressaltou o alto desempenho e a confiabilidade em sua motocicleta Kawasaki Ninja ZX-10R que fizeram a diferença para alcançar o lugar mais alto da tabela.

A ZX-10R é a melhor moto da atualidade no grid. Além de sua potência incrível, ela permitiu que eu desenvolvesse velocidades excelentes nos circuitos por onde passei, sempre com um ajuste perfeito realizado pela minha equipe, que conta os melhores profissionais. Pude usufruir de toda sua aerodinâmica e leveza nas curvas e tirar o máximo proveito dela nas retas. Estar equipado com o que há de melhor é, sem dúvida, um ponto decisivo na busca por um título deste porte e estou absolutamente satisfeito com o desempenho da minha moto”, acrescentou Rea.

Jonathan Rea nasceu em 02 de fevereiro de 1987 e estreou no Mundial de Superbike em 2008. Desde então o piloto já disputou 161 provas e conquistou 27 vitórias, 6 pole positions, 62 pódios e 19 voltas mais rápidas.

A temporada 2015 do Mundial de Superbike ainda conta com duas etapas: no dia 04 de outubro, na França, e no dia 18 de outubro, na grande final no Qatar. Tom Sykes segue com chances de levantar a taça de vice-campeão. O britânico e companheiro de equipe de Rea está na terceira colocação, com apenas 22 pontos a menos que o segundo colocado.

 

Click aqui  para acessar o vídeo:

Resultados –  Classificação Final – após 11 etapas

Superbike

1. Jonathan Rea, 478 pontos – KAWASAKI – Campeão Antecipado
2. C Davies, 353p.
3. Tom Sykes, 331p. – KAWASAKI
4. L Haslam, 286p.
5. J Torres, 210p.

Mundial de Construtores

1. Kawasaki, 513 pontos – Campeã Antecipada
2. Ducati, 408p.
3. Aprilia, 330p.
4. Honda, 220p.
5. Suzuki, 136p.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *