BMW Série 1 começa a ser produzido no Brasil
18 de março de 2015
Mercedes Benz C 180 2015
21 de março de 2015

Lexus lança o NX 200t

A Lexus traz para o Brasil o NX 200t, primeiro SUV compacto da marca. Serão oferecidas duas versões, a regular por R$ 216.300 e a F-Sport, que mantém o mesmo conjunto mecânico e adiciona itens exclusivos, por R$ 236.900.

O design do NX é um forte atributo a seu favor, impossível passar despercebido. A grade, do tipo Spindle, é marcante na dianteira do carro, assim como o conjunto óptico com três projetores de lâmpadas em formado de L com tecnologia Full-LED. A versão F-Sport conta com grade diferenciada, em formato de colmeia, belas rodas de 18 polegadas em alumínio e retrovisores pintados de preto. Ambas versões tem escape cromado de saída dupla , mais um detalhe que reforça a esportividade.

O SUV é equipado com uma motorização inédita na linha, o 2.0 turboalimentado com injeção direta, que entrega potencia máxima de 238 cv a 5.600 rpm e torque de 35,7 kgfm entre 1.650 e 4.000 giros. Experimentamos a novidade em um circuito de pista na Fazenda Capuava, interior de São Paulo (SP). Embora este não seja o propósito de uso do carro, o NX surpreendeu pela estabilidade durante as voltas, com baixo rolamento de carroceria e muito silêncio na cabine. Mesmo quando levado ao extremo, o SUV mostrou um acerto de suspensão correto, firme sem ser desconfortável.

A direção elétrica é bem leve em baixas velocidades e enrijece a medida que a velocidade aumenta, enquanto a transmissão automática de seis velocidades tem trocas suaves e conta com uma nova lógica de controle de torque por demanda. Segundo a Lexus, a média de consumo combinado é de 9,2 km/l.

Na versão top de linha, F-Sport, o motorista ainda pode optar pelo modo de condução mais arisco Sport+. Além disso, a configuração esportiva mostra a aceleração da força G, pressão do turbo e adiciona sistema de suspensão adaptativa, muito mais refinada. São R$ 20.600 de diferença que, para um carro de mais de R$ 200 mil, fazem valer o investimento. Tanto é que a Lexus estima que 70% do mix de vendas, seja da versão mais cara.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *