Ferrovia: A alta produtividade cobra seu preço
23 de setembro de 2015
Volkswagen Golf, Golf Variant e Jetta recebem classificação máxima por segurança a ocupantes no IIHS, dos EUA
23 de setembro de 2015

Novo Mercedes-AMG C 63 Coupé é referência em esportividade

Affalterbach. A Mercedes-AMG está estabelecendo mais um marco em sua história: o novo C 63 Coupé, que será apresentado mundialmente no Salão Internacional do Automóvel de Frankfurt, é o próximo passo no caminho de uma diferenciação ainda mais profunda, técnica e visual nos automóveis do portfólio da marca.

A Classe C é o segmento de modelos mais vendido da Mercedes-AMG e a peça-chave para o crescente sucesso da empresa. Desde seu lançamento em 2011, a versão cupê vem gradualmente ganhando importância. Para esse lançamento, os aperfeiçoamentos técnicos são evidentes: as marcantes molduras salientes das rodas dianteiras e traseiras, a maior bitola e as rodas também maiores dão ao cupê um visual atlético e, ao mesmo tempo, criam a base para sua grande agilidade dinâmica.

O conceito “Driving Performance”, típico da marca, também foi elevado a novos patamares no Mercedes-AMG C 63 Coupé. O motor AMG V8 biturbo de 4,0 litros, com 476 cv ou 510 cv, de acordo com a versão, é um dos vários desenvolvimentos realizados completamente em Affalterbach, assim como, por exemplo, a sofisticada suspensão AMG RIDE CONTROL com amortecedores controlados eletronicamente, os parâmetros dos modos de transmissão do sistema AMG DYNAMIC SELECT, o diferencial com deslizamento limitado do eixo traseiro ou os coxins dinâmicos do motor.

“O novo Mercedes-AMG C 63 Coupé materializa nossa ideia de evolução oferecendo dinâmica de altíssimo nível, juntamente com maior economia de combustível”, afirma Tobias Moers, CEO da Mercedes-AMG GmbH. “Além disso, estamos fazendo uma revolução a partir do novo design. Nossos clientes podem experimentar assim essa evolução com cada um de seus sentidos: vendo, ouvindo, sentindo e, acima de tudo isso, dirigindo!”, completa o executivo.

Design fascinante contribui para alto desempenho

O Mercedes-AMG C 63 Coupé fascina já ao primeiro olhar, graças às suas proporções. O expressivo design exterior difere bastante do modelo da Mercedes-Benz, com o qual compartilha apenas as mesmas portas, teto e tampa do capô. O poderoso motor de oito cilindros, juntamente com a bitola aumentada dos eixos dianteiro e traseiro, exigiram a criação de uma nova dianteira, assim como um conjunto traseiro específico para o modelo e novas laterais. Os arcos das rodas salientes tornaram o AMG Coupé 64 milímetros mais largo na dianteira e 66 milímetros na traseira, permitindo ao veículo aderir melhor à pista.  

As molduras de rodas maiores permitem o uso de pneus maiores (até 255 milímetros no eixo dianteiro e até 285 milímetros atrás), contribuindo para melhorar a aceleração lateral, tração e agilidade. Sob a cobertura externa, a estrutura da carroceria foi reforçada em áreas-chave para transferir e compensar as extremas forças longitudinais e laterais geradas pelo trem de força e suspensão. O suporte do eixo traseiro também é exclusivo do modelo.

O capô de alumínio é decorado por duas fortes saliências, que estão entre os vários itens diferenciados que reforçam a aparência muscular do automóvel. A seção dianteira extremamente larga é marcada pelas grandes entradas de ar e aletas precisamente posicionadas. A grade “twin blade” (com lâmina dupla) baixa e em forma de flecha com a identificação AMG rebaixa visualmente o centro de gravidade do veículo. O típico spoiler dianteiro AMG “A-wing” é tridimensional e também funciona como defletor para as três entradas de ar para refrigeração. Aletas adicionais garantem um perfeito fluxo de ar para os módulos de arrefecimento. Um divisor de ar na parte inferior do “avental” dianteiro ajuda a reduzir a tendência de levantamento do eixo da frente em alta velocidade.

A linha lateral também apresenta um visual inteiramente único, graças às grandes rodas que se alinham à carroceria e às saias laterais exclusivas. O “degrau” formado entre a porta e a soleira dá ênfase especial à largura da base do carro. À maneira típica dos automóveis esportivos, os espelhos retrovisores laterais são montados nas portas.

Inspirada no Classe S Coupé, a traseira completamente redesenhada inclui um inserto difusor que remete a esse típico recurso do mundo das competições automotivas. O projeto especial da saída de ar posicionada na lateral melhora o fluxo de ar na traseira, permitindo que ele ocorra com extrema precisão aerodinâmica. Itens como os estreitos refletores luminosos traseiros reforçam a impressão de largura. As duas ponteiras duplas cromadas do sistema esportivo AMG de escapamento se integram perfeitamente ao difusor. A tampa do porta-malas inclui um estreito defletor de ar no formato de uma lâmina afiada. Ele não apenas parece elegante, mas também reduz significativamente a tendência à elevação do eixo traseiro.

Interior: qualidade superior perceptível

Cuidadosamente selecionados, materiais de alta qualidade com toque agradável e uma manufatura precisa contribuem para um alto nível de qualidade e numerosos controles exclusivos da AMG reforçam a tradição nascida no automobilismo esportivo. Como alternativa aos bancos esportivos de série, forrados de material ARTICO e DINAMICA, são oferecidos os assentos Performance. Eles posicionam os ocupantes mais baixo e possuem um contorno mais acentuado, para proporcionar maior apoio lateral.

Grande performance

Também no que diz respeito ao seu motor, o Mercedes-AMG C 63 Coupé é o único veículo do segmento a contar com um biturbo de oito cilindros. Desta forma, a Mercedes-AMG atende aos desejos dos clientes que almejam uma combinação de um som emocionante e inconfundível com uma poderosa entrega de força.

O condutor também é beneficiado pelo desempenho inigualável: a versão C 63 S Coupé do modelo acelera de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos e a versão C 63 Coupé em 4,0 segundos. Isto faz com que o modelo Coupé seja uma fração de segundo mais rápido que o sedã, graças aos pneus mais largos e à relação mais curta do eixo traseiro. A velocidade máxima é 250 km/h, limitada eletronicamente, podendo chegar a 290 km/h com o AMG Driver’s Package.

Novo V8 biturbo tem forte ligação com o motor do Mercedes-AMG GT

O motor de 4,0 litros de oito cilindros já é utilizado no C 63 sedã e C 63 Estate. Ele também está presente no superesportivo Mercedes-AMG GT, com lubrificação com cárter seco. Uma característica especial é que os dois turbocompressores não são posicionados no lado externo das bancadas de cilindros, mas no interior do “V” formado por elas. É o que os especialistas chamam de “hot inside V”, ou “V interno quente”. Entre as principais vantagens dessa configuração estão a construção mais compacta, ótimas respostas e menor emissão de gases de escapamento.

Tecnologia de escapamento com flap para variação do som do motor

O típico som dos motores V8 também foi um dos objetivos principais do desenvolvimento do veículo e foi feito sob medida para o Coupé. Um sistema de escapamento com tecnologia de flap, específico para o modelo, é utilizado de série. Ele é controlado automaticamente segundo mapeamento determinado pelo modo de transmissão escolhido por meio do sistema AMG DYNAMIC SELECT, a força solicitada pelo condutor e a rotação do motor. O som do motor varia entre volumes discretos, próprios para viagens mais longas, e um apelo mais robusto e emocional, em situações onde o desempenho é priorizado. O sistema de escapamento Performance, disponível como opcional, permite que o som seja modulado ao toque de uma tecla. Em qualquer um dos casos, os sistemas de escapamento são construídos para que os limites legais de ruído sejam sempre respeitados, independentemente do posicionamento do flap.

Mudanças mais rápidas: a transmissão esportiva AMG SPEEDSHIFT MCT com sete marchas

A transmissão desempenha um papel fundamental para a personalidade esportiva do novo Mercedes-AMG C 63 Coupé. A transmissão esportiva AMG SPEEDSHIFT MCT de sete velocidades impressiona por seu dinamismo e por sua alta variabilidade. Trocas para marchas mais elevadas ou reduções, não importa se executadas automaticamente ou comandadas pelo condutor pelas aletas posicionadas no volante, são claramente mais rápidas que na versão anterior. Este aumento de espontaneidade foi possibilitado por um acerto ainda mais esportivo dos parâmetros do motor e da transmissão.

Modos da transmissão AMG DYNAMIC SELECT

O condutor pode modificar as características do modelo por meio dos quatro diferentes modos oferecidos pela transmissão AMG DYNAMIC SELECT. O Mercedes-AMG C 63 S possui um modo de transmissão “Race” (competição) adicional. Desta forma, é possível uma máxima personalização. O motorista decide o tipo de experiência de condução desejada, da confortável e econômica à superesportiva, utilizando um controle à esquerda do touchpad. O condutor pode escolher entre vários modos de transmissão pré-configurados e um modo “Individual” que pode ser configurado amplamente conforme seu gosto.

Suspensão especialmente desenvolvida para máximo desempenho

A fascinante agilidade e alta velocidade do Mercedes-AMG C 63 Coupé nas curvas também se devem à suspensão completamente recriada. A suspensão dianteira conta com quatro braços e conexões de freios radiais próprios para competição. Juntas de direção especialmente desenvolvidas e uma bitola mais larga permitem maior aceleração lateral. O eixo traseiro também foi completamente desenvolvido especialmente para o Coupé. O conceito multibraços impressiona pelo controle altamente preciso das rodas e pela maior rigidez. O suporte para o eixo traseiro especial da AMG possibilitou o aumento da bitola: as superfícies de contato dos apoios das rodas foram deslocadas 25 milímetros para fora, em comparação com o sedã. Outras medidas adotadas incluem os cubos de rodas especiais da AMG, um acerto elastocinemático mais rígido e maior cambagem negativa.

O Mercedes-AMG C 63 Coupé vem de série com rodas de liga leve com dez raios 9,0″ x 18″ (dianteiras) e 10,5″ x 18″ (traseiras), com pneus tamanho 255/40 R 18″ na frente e 285/35 R 18″ na traseira.  Na versão C 63 S Coupé, os pneus são tamanho 255/35 R 19″ na frente e 285/30 R 19″ atrás, montados em rodas de liga leve com cinco raios tamanho 9,0″ x 19″ na frente e 10,5″ x 19″ na traseira.  

Com a suspensão AMG RIDE CONTROL com amortecimento regulável, o cliente pode escolher entre máxima esportividade ou conforto para longas distâncias em três estágios. A diferença entre as graduações mais macias e a esportiva também é perceptível subjetivamente, dependendo da situação de uso do automóvel.

Diferencial traseiro com deslizamento limitado: ótima tração, inclusive nas pistas

Para uma maior tração e melhor comportamento dinâmico, o Mercedes-AMG C 63 Coupé é dotado de um diferencial traseiro com deslizamento limitado mecanicamente, enquanto a versão C 63 S Coupé conta com diferencial traseiro com deslizamento limitado controlado eletronicamente. Ambos os diferenciais reduzem o escorregamento da roda interna nas curvas sem recorrer a intervenções do sistema de freios, o que permite ao condutor acelerar mais cedo na saída das curvas, graças à maior tração disponível. O veículo permanece mais estável nas frenagens em alta velocidade e o diferencial blocante também contribui para melhorar a tração na retomada de velocidade. O eixo traseiro, especial para o modelo e completamente reprojetado, foi adaptado especialmente para o alto dinamismo do Coupé.

O grande benefício do diferencial com deslizamento limitado eletronicamente – equipamento de série no C 63 S – é o controle mais sensível e rápido, que eleva ainda mais o limite da dirigibilidade. O sistema de controle de estabilidade (ESP) de três estágios, com as funções “ESP ON”, “ESP SPORT Handling Mode” e “ESP OFF”, funciona em perfeita sintonia com o diferencial blocante e é acertado de forma ideal para proporcionar um excepcional comportamento dinâmico.

C 63 S: coxins dinâmicos do motor de série

Único em seu segmento, o Mercedes-AMG C 63 S Coupé – assim como o sedã e o station wagon – é equipado com coxins dinâmicos para montagem do motor. Eles ajudam a compatibilizar ainda mais o conforto e o desempenho dinâmico. Os coxins dinâmicos se adaptam constantemente e modificam sua rigidez de acordo com as condições de rodagem e estilo de condução. Coxins mais macios aumentam o conforto, isolando de forma mais eficiente o ruído e a vibração. Por outro lado, a dirigibilidade e agilidade são beneficiadas, de forma geral, por uma montagem mais rígida, que aumenta a precisão do veículo quando conduzido de forma mais dinâmica. A resposta da direção e a sensibilidade, por exemplo, ficam ainda mais diretas.

Segurança no mais alto nível

O modelo também proporciona um elevadíssimo padrão de segurança. Ele vem equipado de série com o sistema de detecção de sonolência ATTENTION ASSIST e com o COLLISION PREVENTION ASSIST PLUS, que ajuda a evitar colisões traseiras. Outros sistemas de assistência opcionais estão disponíveis para elevar tanto o conforto como a segurança.

Os modelos:

 

Mercedes-AMG C 63 S Coupé

Mercedes-AMG C 63 Coupé

Cilindrada (cm³)

3.982 cm³

3.982 cm³

Potência

510 cv 
a 5.500-6.250 rpm

476 cv 
a 5.500-6.250 rpm

Torque máximo

700 Nm 
entre 1.750-4.500 rpm

650 Nm 
entre 1.750-4.500 rpm

Peso em ordem de marcha (normas DIN/EC)

1725 kg* / 1800 kg**

1710 kg* / 1785 kg**

Aceleração 0-100 km/h

3.9 s

4,0 s

Velocidade máxima

250 km/h***

250 km/h***

* Em ordem de marcha (tanque 90% cheio, sem motorista nem bagagem); ** Em ordem de marcha (tanque 90% cheio, com motorista (68 kg) e bagagem (7 kg); *** Limitada eletronicamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *